13/03/2020 17:29:09

5 dicas para otimizar a gestão financeira da sua empresa

Segundo dados do IBGE, 6 em cada 10 novas empresas abertas no Brasil, encerram as suas atividades nos primeiros 5 anos de vida. A maior parte dos empresários que passam por essa triste realidade, atribuem o insucesso do seu negócio a alta carga tributária ou ao baixo número de vendas.
 
Apesar deste cenário, existem empresas que conseguem crescer e expandir os seus negócios. Existe algum segredo ou seria apenas sorte?
 
Na verdade, o sucesso de qualquer negócio está sempre atrelado a uma série de fatores, como localização, atendimento, concorrência e gestão financeira.
 
Para ajudar a sua empresa a crescer, apresentaremos agora, 5 valiosas dicas para a gestão financeira da sua empresa.
 

1. Separe as finanças pessoais das empresariais

Abriu uma empresa? Então, fique atento a primeira dica para a gestão financeira do seu negócio.
 
Para manter a saúde financeira de uma empresa, é muito importante conhecer cada movimentação realizada por ela. Muitas vezes, por descuido ou simplesmente por falta de orientação, os empreendedores acabam utilizando a sua própria conta bancária para realizar as movimentações financeiras da empresa.
 
No entanto, é muito importante que a empresa possua sua própria conta bancária, realizando todas as suas operações financeiras através delas. Este é inclusive um dos princípios da contabilidade, veja:
 
"O Princípio da entidade reconhece o Patrimônio como objeto da contabilidade e afirma a autonomia patrimonial, a necessidade da diferenciação de um Patrimônio particular no universo dos patrimônios existentes, independentemente de pertencer a uma pessoa, um conjunto de pessoas, uma sociedade ou instituição de qualquer natureza ou finalidade, com ou sem fins lucrativos."
 
Ao separar as contas pessoais das empresariais, o empreendedor poderá conhecer em detalhes a saúde financeira do seu negócio, possibilitando a tomada de decisões mais assertivas.
 
Além disso, evita-se a ocorrência de problemas com a Declaração de Imposto de Renda para Pessoas Físicas - IRPF, uma vez que seria preciso declarar as movimentações realizadas pela empresa em sua conta bancária, o que poderia naturalmente aumentar o valor do seu IRPF.

2.Conheça todas as receitas e despesas da sua empresa

Conhecer todas as receitas e despesas do seu negócio, é sem dúvidas uma das chaves para uma eficiente gestão financeira.
 
É preciso que as empresas adequem os seus custos as suas receitas, evitando assim, que sejam utilizados mais recursos do que a empresa é capaz de gerar.
 
Ao não conhecer detalhadamente, o contas a pagar e o contas a receber da sua empresa, você acaba tomando decisões equivocadas e consequentemente colocando a saúde financeira da empresa em risco.

3.Tenha planejamento e acompanhe os relatórios e indicadores financeiros

Toda empresa, possui objetivos e uma razão para existir. Saber onde queremos chegar, é mais um passo para o sucesso de qualquer negócio.
 
Para ajudar a sua empresa a crescer, análise o cenário em que ela está inserida e crie um planejamento estratégico, com metas claras e objetivas para o curto, médio e longo prazo.
 
Após definir as metas que a empresa deve perseguir, acompanhe com frequência seus indicadores e relatórios, para então entender se a empresa está no caminho certo, atingindo os resultados esperados, ou se algum ajuste será necessário para que os objetivos possam ser alcançados.

4.Avalie e reduza custos desnecessários

Uma excelente estratégia para maximizar os resultados financeiros das empresas, está justamente na redução de custos. Essa prática, é comum até mesmo nas grandes organizações e significa necessariamente um sinal de problemas financeiros.
 
Sabemos que as empresas no geral, possuem uma grande volume de transações e movimentações financeiras. Contudo, é importante analisar criteriosamente cada despesa em busca de possíveis custos que possam ser reduzidos.
 
Um bom exemplo para ilustrarmos esta dica, está relacionada a conta de energia elétrica. Esta, é sem dúvidas uma das grandes despesas de boa parte das empresas.
 
Neste caso, pode ser vantajoso para a empresa, a substituição de equipamentos ultrapassados, por novos com maior eficiência energética, podemos substituir todas as lâmpadas por modelos em LED que são mais econômicos, instalar sensores de presença em alguns locais, evitando-se que a luz esteja acesa, quando não há necessidade, dentre outras possibilidades.
 
Estamos apenas, comentando um exemplo, entretanto é importante conhecer cada custo para assim, buscar todas as fontes de otimização de despesas possíveis, contribuindo para a saúde financeira da empresa.

5.Tenha um sistema de gestão financeira

Não temos dúvidas, manter um controle preciso sobre todas as movimentações financeiras de uma empresa, não é uma tarefa fácil. Entretanto, utilizando-se de ferramentas adequadas e pensadas para este fim, é possível otimizar e facilitar este controle.
 
Com um bom sistema erp para gestão financeira empresarial, você terá controle absoluto sobre o financeiro da sua empresa, conhecendo em detalhes cada movimentação e também os seus totalizadores, seja no contas a pagar ou no contas a receber.
 
Com todas as movimentações e lançamentos registrados pelo sistema de gestão financeira, você poderá emitir relatórios e visualizar gráficos que retratam de forma objetiva a situação financeira da sua empresa, evitando surpresas indesejadas.
 
Acreditamos que com as  5 dicas que apresentamos aqui, tenhamos contribuído para a melhoria do controle e também dos resultados financeiros da sua empresa. Agora, basta colocar tudo o que você aprendeu aqui em prática!